Na Mídia

Oi, o que você está procurando?

Cacoal

Operação Detalhes: Acusados por Corrupção são Condenados em Operação da PC/RO e MP

Detalhes da condenação por corrupção em Cacoal após a “Operação Detalhes”. Polícia Civil revela desdobramentos da investigação.

Acusados por corrupção são condenados após operação deflagrada pela PC/RO e MP
Acusados por corrupção são condenados na Operação Detalhes em Cacoal.

No desenrolar de uma investigação meticulosa liderada pela Polícia Civil de Rondônia, e com a participação decisiva do Ministério Público, foram revelados os meandros de uma trama corrupta que envolveu agentes públicos, empresários e membros do governo local.

A operação, intitulada “Operação Detalhes” e deflagrada em 2015, desencadeou uma série de desdobramentos que resultaram em decisões recentes do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), ratificando as sentenças aplicadas aos envolvidos.

Em um julgamento marcado pela solidez das provas apresentadas, os Desembargadores do TJ-RO reafirmaram as condenações relacionadas ao que ficou conhecido como o maior escândalo de corrupção na história de Cacoal, a “Operação Detalhes”. Figuras proeminentes da administração pública local, que outrora detinham poder e influência, agora enfrentam o peso da justiça.

No centro dessa intricada teia de corrupção está M. I., chefe de gabinete do então prefeito Padre Franco, cuja pena mais severa foi de 24 anos, 11 meses e 8 dias em regime fechado. Outro nome destacado é o do ex-vereador e presidente da Câmara, P. P., condenado a 23 anos, 10 meses e 15 dias, também em regime fechado.

As decisões do TJ-RO não se limitaram apenas aos protagonistas principais. O atual Presidente da Câmara de Vereadores de Cacoal também foi afetado, com uma extensão de inelegibilidade por oito anos e a possibilidade iminente de destituição de seu cargo e cassação de seu mandato de vereador.

Além dos mencionados, outros envolvidos receberam penas que variam de dois a sete anos em regime semiaberto. Através de colaboração premiada com o Ministério Público, um empresário do ramo imobiliário viu sua pena reduzida em dois terços, passando de oito meses em regime aberto.

Com cada nova revelação e desdobramento, Cacoal testemunha o processo de reparação da esfera pública, reiterando o compromisso do sistema judiciário com a transparência, a integridade e a justiça.

A condenação dos envolvidos no escândalo de corrupção em Cacoal marca um importante passo na luta contra a corrupção e na busca pela transparência e integridade na gestão pública. A sociedade, agora, aguarda atentamente por novos desdobramentos desse caso emblemático.

Segundo o Ministério Público (MP-RO), eles foram condenados por vários crimes cometidos contra a Administração Pública do município. São eles:

  • A ex-chefe de gabinete da prefeitura de Cacoal (RO) Maria Ivani de Araújo foi condenada a maior pena, sendo 24 anos, 11 meses e 8 dias em regime fechado;
  • O ex-vereador da cidade e presidente da Câmara Paty Paulista foi condenado a 23 anos, 10 meses e 15 dias de reclusão, também em regime fechado;
  • O ex-Procurador do município, José Carlos Rodrigues dos Reis foi condenado a 10 anos, 8 meses e 4 dias de reclusão, também em regime fechado.

Polícia Civil do Estado de Rondônia
Ministério Público do Estado de Rondônia

Acompanhe as últimas notícias Policiais de Rondônia

Da Redação
Cacoal NEWS
Foto: Magda Oliveira/G1

Aviso Legal: Comentários e Opiniões

Os comentários e opiniões dos usuários são de responsabilidade exclusiva de seus autores. O Grupo Cacoal NEWS não endossa nem se responsabiliza por qualquer conteúdo expresso nos comentários, e reserva-se o direito de remover, modificar ou não aprovar comentários que violem nossas políticas editoriais ou que possam ser considerados inadequados.

Postar Comentário

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM

Policial

Em Porto Velho, policial ajoelha e agradece a Deus após tiroteio que terminou com a morte de um criminoso. Nenhum policial ficou ferido na...

Cacoal

Queixadas são flagrados passeando nas ruas de Cacoal, surpreendendo moradores. O vídeo do grupo de queixadas viralizou nas redes sociais.

Cacoal

Polícia Militar de Cacoal prende mulher foragida condenada por furto no bairro Vista Alegre.

Geral

Caminhoneiro morre e dois ficam gravemente feridos em colisão na RO 010. Autoridades investigam causas do acidente. Saiba mais.

Publicidade